13 de outubro de 2009

10 fatos interessantes sobre os sonhos

Postado por Samantha

Todos os anos, estudos e experimentos são realizados a fim de compreender os sonhos humanos. Já houve algum progresso, mas a população sabe muito pouco a respeito do conteúdo desses estudos. Uma coisa é certa: os pensamentos, imagens e emoções que sentimos durante o sono podem influenciar bastante nossa percepção da vida. Veja abaixo uma lista com 10 fatos interessantes sobre os sonhos.

10. Seu cérebro fica ativo quando você sonha

Estudos forneceram evidências de uma grande variação na atividade cerebral enquanto as pessoas dormem. Os cientistas identificaram cinco estágios distintos do sono: 1 a 4 e o final, denominado rapid eye movement (REM, movimento rápido do olho). Quando acordadas neste último, as pessoas relatam sonhos. Pesquisadores descobriram que certas áreas do cérebro ficam muito ativas durante o REM, até mais do que quando as pessoas estão acordadas, principalmente o córtex cerebral, que decodifica estímulos visuais. Uma atividade intensa também é identificada no sistema límbico, estrutura fortemente ligada às emoções.

9. Os animais e os sonhos



Não é possível ter certeza de que os animais sonham de forma similar aos humanos, mas eles também tem o estágio REM. De acordo com um estudo de Frederic Snyder em 1966, os mamíferos acordam imediatamente depois de entrar nele, o que pode indicar que esse processo é usado como mecanismo de defesa. Aves também apresentam o REM, mas répteis e outros animais de sangue frio, não.

8. A maconha e os sonhos

Muitas pessoas que fumam maconha dizem não sonhar, mas, depois que param, essas mesmas pessoas relatam sonhos vívidos e intensos. Como os sonhos mais vívidos acontecem durante o sono REM, os cientistas se questionam se a maconha afeta esse estágio. Um estudo conduzido em 1975 comparou o sono dos usuários da droga com o sono dos não-fumantes. Os resultados mostraram que há, sim, uma redução do estágio REM nos fumantes. Portanto, da próxima vez que você fumar e não conseguir lembrar de seus sonhos, saberá o porquê.

7. Sonhos épicos

Sonhos épicos são extremamente vívidos e podem até dar a você uma nova perspectiva de algum aspecto da vida. Quando você acorda de um sonho desses, sente como se tivesse descoberto algo profundo e incrível. Pessoas com essa experiência frequentemente relatam uma narrativa contínua que constitui uma vida totalmente diferente e em andamento. Elas podem até dormir dentro do próprio sonho.

6. Diferenças de sexo nos sonhos



Muitos estudos já foram feitos para determinar as diferenças dos sonhos de homens e mulheres. As mulheres sonham com os dois gêneros igualmente, mas em 67% das vezes as pessoas que aparecem nos sonhos dos homens são do sexo masculino. Os sonhos das mulheres tendem a durar mais tempo e a ser mais emocionais, enquanto os homens relatam mais violência, carros e estradas. Na média, 8% dos sonhos incluem atividades sexuais. A diferença é que os homens sonham com lugares desconhecidos ou públicos e com pessoas estranhas, e as mulheres costumam sonhar com isso em lagoas, piscinas e lagos. Claro que esses dados são baseados em porcentagens gerais e não são verdadeiros pra todas as pessoas.

5. Paralisia do Sono

A paralisia do sono é uma condição que afeta muitas pessoas pelo mundo. Ela está diretamente relacionada ao sono REM. Uma pessoa a experiencia quando seu cérebro acorda durante o ciclo do sono REM e o estado de paralisia permanece. A pessoa fica consciente, mas incapaz de se mexer. Ela continua a sonhar e em muitos casos passa a ver o sonho dentro de seu próprio cômodo. A consciência não é total, mas a pessoa consegue entender o que está acontecendo. A paralisia pode vir acompanhada de fortes alucinações e senso de perigo.

4. Pesadelos vs. Terror Noturno



Os trabalhos de Ernest Hartmann, psiquiatra e diretor do Centro de Desordens do Sono de Boston, indicam que o tipo de pesadelo mais comum envolve perseguição. Adultos são geralmente seguidos por uma figura masculina, enquanto crianças precisam enfrentar animais ou criaturas fantasiosas. Estas têm pesadelos com muito mais frequência que os adultos, e eles aparecem principalmente nas idades de quatro, cinco, sete e oito anos. Hartmann sugere que eles estão diretamente relacionados às atividades do dia e são um indicador de medo ou ansiedade que precisam ser confrontados. Alguns gatilhos são uso de drogas, eventos traumáticos ou perda de uma pessoa querida. Terrores noturnos são bem diferentes de pesadelo. Eles ocorrem nas duas primeiras horas do sono, antes do estágio REM, e as pessoas costumam gritar e se debater. É difícil acordá-las e elas geralmente só se lembram de um sentimento forte ou de alguma cena. Terrores noturnos são bem menos comuns que pesadelos. Eles afetam cerca de 15% das crianças, principalmente as com idade entre dois e seis anos.

3. Sonhos famosos

Mary Shelley escreveu Frankenstein depois de ter um sonho com um monstro. Elias Howe, pioneiro das máquinas de costurar, teve um sonho no qual um grupo de canibais estava se preparando para cozinhá-lo enquanto agitavam suas lanças para cima e para baixo. Howe percebeu que havia um buraco na ponta de cada lança, e isso deu a ele a idéia de passar a linha na ponta da agulha, o que mais tarde se mostrou uma grande inovação no ramo das máquinas de costura. O cientista Friedrich August Kekulé descobriu a aparentemente impossível estrutura química do benzeno (C6H6) depois de sonhar com várias cobras engolindo suas caudas. Em 1953, James Watson e Francis Crick descobriram a estrutura do DNA. Watson depois relatou que a idéia veio de um sonho no qual havia uma escada em espiral. Abraham Lincoln, dias antes de sua morte, contou à esposa um sonho no qual ele tinha visto um corpo vestido com roupas de funeral cercado por centenas de pessoas. Ele disse que um soldado o contou que o presidente havia sido assassinado.

2. O ronco pode levar a distúrbios do sono



Quem ronca pode desenvolver distúrbios do sono REM, que faz com que, entre outras coisas, elas falem, gritem, chutem, deem socos, pulem para fora da cama, agitem os braços e agarrem coisas. Essas pessoas continuam dormindo enquanto fazem isso e não se lembram de nada no dia seguinte.

1. Sonhos vívidos ajudam a aprender

O sono REM ativa a área do cérebro que usamos para aprender. Esse pode ser um fator extremamente importante para o desenvolvimento normal do cérebro durante a infância, o que ajuda a explicar por que crianças pequenas dormem muito mais que os adultos. Além disso, o sono REM é associado ao aumento de proteínas no cérebro. Estudos realizados relacionam esse estágio à aprendizagem de habilidades mentais. Grupos separados de pessoas aprendiam a mesma habilidade e uma grande porcentagem das que conseguiam entrar no sono REM era capaz de retomá-la. Essa teoria é chamada de Ontogenetic Hypothesis do sono REM.

Traduzido e adaptado daqui.

3 Comentários:

Marcos "Guto" Souza disse...

Eu tive Terror Noturno quando criança... =(

Mas o meu era tipo um "sonho acordado" e eu lembro da maioria deles. Era assustador!

Depois passou. =)

Lilly Monster disse...

Será que há possibilidades de um adulto sofrer de terror noturno?????

$$FIL$$ disse...

fumo maconha varias vezes ao dia principalmente antes de dormir e realmente sao raros os dias que lembro dos meus sonhos na maioria das vezes acho que nen sonhei com nada normalmente quando fico mas de 1 semana sem fumar volto a lembrar dos meus sonhos com detalhes!
prefiro nao lembrar dos sonhos e ter uma noite tranquila e dormir em paz
talvez sonhos nao sejam assim tao bons! a realidade pode nao ser maravilhosa mas tambem nao adianta viver sonhando! o tempo passa e os sonhadores nao tem tempo para executar seu projetos!

Related Posts with Thumbnails

Melhor visualizado em Mozilla Firefox. Template by Dicas Blogger e Códigos Blog. Modificado por Samantha Ovídio.